terça-feira, 19 de novembro de 2019

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Polícia prende mulher que deu R$ 5 mil para morte de empresário

Polícia prende mulher que deu R$ 5 mil para morte de empresário
Crédito da foto Para Reprodução
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Siga nossa página: https://www.facebook.com/portaltanacidade/

A Polícia Civil prendeu, nesta sexta-feira (20), mais uma pessoa suspeita de envolvimento na morte do empresário George Humberto Bini, de 44 anos. A detida é Iracema Stresser, de 51 anos. Amiga de Sandra Mara Santos Faria, ela teria feito uma oferta de R$ 5 mil ao executor do assassinato, que segue sendo procurado pela Delegacia de Almirante Tamandaré, na região metropolitana de Curitiba.

O delegado Tiago Dantas explicou que Iracema teria feito a cooptação para o crime. “A Sandra teria falado com ela para encontrar alguém que executasse o crime. Iracema, então, procurou Éder Grumont e ele teria recebido R$ 5 mil para a morte de Bini”, disse.

 Sandra foi presa na última segunda-feira (16) acusada de ser a mentora do crime. Além dela, o ex-marido Antônio Carlos Faria, também é acusado pelo crime.

A morte de Bini aconteceu no dia 29 de agosto. O corpo dele foi encontrado carbonizado às margens da Estrada do Marmeleiro. Sandra chegou a registrar boletim de desaparecimento na mesma madrugada do crime.

Segundo a polícia, o crime começou a ser desvendado após a investigação identificar diversas contradições nos depoimentos de Sandra e Antônio. Entre elas, está o fato dos dois terem trocado mais de 50 ligações telefônicas entre os dias 28 e 29 de agosto.

Diante das evidências, Sandra confessou o crime. Ela, Iracema e Antônio estão detidos na Delegacia de Almirante Tamandaré, que segue investigando o caso.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Felipe Ribeiro e Marcelo Borges

Notícias Relacionadas

Comentar: Polícia prende mulher que deu R$ 5 mil para morte de empresário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp 596