segunda-feira, 22 de julho de 2019

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Um dos maiores traficantes do País é morto no Norte Pioneiro

Um dos maiores traficantes do País é morto no Norte Pioneiro
Crédito da foto Para Reprodução RIC TV
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Considerado um dos maiores traficantes do País, Mário Sérgio Árias, o ‘Panelão’, 62 anos, foi morto a facadas e, outro homem identificado como Otávio Cesar Santos Árias, provável parente de ‘Panelão’, também foi ferido a facadas na madrugada de domingo (21) na cidade de São José da Boa Vista, no Norte Pioneiro paranaense.

Os dois homens deram entrada no hospital de Wenceslau Braz pouco depois das 2 horas. Segundo o boletim de ocorrência, Árias e o outro homem foram esfaqueados durante uma briga na praça central de São José da Boa Vista. ‘Panelão’ morreu pouco depois de dar entrada no hospital de Wenceslau Braz.

Ainda segundo o Boletim de Ocorrência, o agressor é uma pessoa conhecida por ‘Ninjinha’ no município. O corpo de Árias foi encaminhado para o Instituto Médico-Legal (IML) de Jacarezinho. Até o momento não há mais informações sobre o estado de saúde do outro agredido.

‘Panelão’ foi preso em Londrina em 2017, depois de permanecer foragido por cerca de cinco anos, quando fugiu de uma penitenciária no interior de São Paulo. Ele tinha passagens pela polícia desde 1977, de acordo com os policiais que o prenderam na época.

Árias ainda é suspeito de matar sete policiais. Segundo as investigações, ele chegou a movimentar uma tonelada de droga por mês no País, além de ter aviões e um aeroporto particular para o transporte. Ainda de acordo com a polícia, Árias respondia a processos em São Paulo, Espírito Santo e Mato Grosso do Sul. Ele era apontado como um dos representantes paulistas da facção criminosa Comando Vermelho, que atua no Rio de Janeiro.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Jivago França/Portal JNN

Notícias Relacionadas

Comentar: Um dos maiores traficantes do País é morto no Norte Pioneiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp 596