Sunday, 7 de March de 2021

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Carnaval será o ‘último suspiro’ deste verão nas praias paranaenses

Carnaval será o ‘último suspiro’ deste verão nas praias paranaenses
Photo Credit To Temporada teve bom movimento (foto: Franklin de Freitas)
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

As festividades carnavalescas que se iníciam no próximo sábado, 10 de fevereiro, marcarão também o fim da temporada de verão para o litoral paranaense. É que com o Carnaval caindo no começo do mês de fevereiro, a temporada de verão deste ano fica mais curta (mas também mais intensa). Passados os festejos de momo, a temporada chega ao fim com o retorno dos veranistas para a volta às aulas em todo o Paraná.

“O pessoal só vem (para o Litoral) no final de semana e se o tempo estiver bom daí. Então, terminou o Carnaval, termina a temporada”, aponta Carlos Dalberto Freire, presidente da Associação de Hotéis, Pousadas, Restaurantes, Bares, Casas Noturnas e Similares do Litoral Paranaense (Assindilitoral).

No entanto, o balanço da temporada até aqui é bastante positivo, segundo informaram as Secretarias de Turismo das prefeituras do litoral paranaense. Em Matinhos, por exemplo, Alex Lima, chefe do departamento de desenvolvimento de projetos e produção de eventos, destaca que todas as expectativas se confirmaram até aqui.

“Só no Reveillon foram 500 mil pessoas aqui no dia da virada. Desde o início da temporada, então, estimamos que pelo menos 3 milhões de pessoas passaram por aqui”, afirma.

Em Guaratuba, a avaliação da secretária de Turismo, Elaine Mattos Fogaça Dias, é parecida. Segundo ela, a temporada 2017-2018 está sendo melhor do que a 2016-2017. “Uma melhora em torno de 15% na comparação com o ano passado”, aponta.
Entre os comerciantes, porém, há um lamento. É que os dias de chuva fizeram o movimento cair pela metade do esperado, prejudicando principalmente casas noturnas e bares, já que as chuvas caem no final da tarde.
“Tivemos um final de anos dos melhores e um movimento ótimo até o dia 7 de janeiro. Depois, porém, o tempo virou um problema, já que são 19 dias seguidos chovendo. Temos de dar graças a Deus que está quente”, finaliza Freire.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Post source : Rodolfo Luis Kowalski

Related posts

Comentar: Carnaval será o ‘último suspiro’ deste verão nas praias paranaenses

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

WhatsApp 596