quinta-feira, 23 de Janeiro de 2020

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Corpo carbonizado em van pode ser de andarilho

Corpo carbonizado em van pode ser de andarilho
Crédito da foto Para A Polícia Civil acredita que o corpo carbonizado pode ser de andarilho, mas aguarda laudo do IML - Foto: Claret Coutinho
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

O corpo encontrado carbonizado, na madrugada desta quarta-feira (4), dentro de uma van, em Siqueira Campos (Norte Pioneiro paranaense), pode ser de um andarilho. A Polícia Civil trabalha com indícios de acidente para esclarecer o caso, mas outras hipóteses também estão sendo investigadas.

De acordo com o delegado Juliano Fonseca, o veículo estava estacionado próximo a um ginásio de esportes no município, onde passaria por manutenção. O dono disse à Polícia Civil que as portas só abriam por fora, o que sugere a possibilidade de ter ocorrido um acidente.

“Apesar de o corpo ainda não ter sido identificado pelo IML, acreditamos tratar-se de um andarilho. Ele deve ter entrado no veículo para dormir e o fogo provocado por uma bituca de cigarro. Como as portas não abriam pelo lado interno, a vítima acabou morrendo carbonizada”, acredita o titular da Delegacia de Siqueira Campos. “Apesar dos indícios da linha inicial de investigação, todas as possibilidades estão sendo checadas para esclarecer o caso”, assinala.

O incêndio ocorreu por volta da 1h30 e, segundo a Polícia Civil, nenhuma câmera de monitoramento registrou o incidente.

A Polícia Civil informou que o Instituto de Criminalística de Londrina chegaria por volta das 14h na cidade e, só depois da realização da perícia, o corpo seria recolhido ao Instituto Médico-Legal (IML) de Jacarezinho.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Luiz Guilherme Branwart tanosite

Notícias Relacionadas

Comentar: Corpo carbonizado em van pode ser de andarilho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp 596