quinta-feira, 19 de julho de 2018

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Evento em Cambará alerta para a violência contra a pessoa idosa

Evento em Cambará alerta para a violência contra a pessoa idosa
Crédito da foto Para Graça Maria
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

A Secretaria Municipal da Assistência Social e a de Esportes e Lazer de Cambará realizaram na sexta-feira, 15, no Parque Alambari I, um evento em comemoração ao Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa.


O prefeito José Haggi Neto  falou das políticas públicas que o município vem disponibilizando para melhorar a qualidade de vida dos idosos, afirmando sua consideração por essa faixa etária. “Porque foram elas que trabalharam até agora pela construção de Cambará”. “Se hoje temos nossa cidade, precisamos agradecer à pessoas mais experientes que nós, que muito fizeram, e com ainda mais dificuldades do que encontramos hoje, para deixar uma cidade melhor para todos nós”, comentou.

A vice-prefeita e secretária municipal da Educação e Cultura, Claudia Batista falou do carinho e do respeito que é preciso ter com as pessoas da melhor idade.  Lembrou que a autoridade maior no município, é o povo de Cambará.

A secretária municipal da Assistência Social, Ana Paula Moro Rafael, parabenizou o trabalho dos técnicos de sua pasta, assistentes sociais e psicólogos, que têm se empenhado na promoção social dos idosos, e aos professores de Educação Física da Secretaria dos Esportes e Lazer, que ampliaram o atendimento aos idosos do município, com atividades físicas adaptadas, e ainda, as agentes comunitárias de Saúde, que realizam trabalhos artesanais nas Unidades Básicas do município.

Os professores de Educação Física, Vinícius Romano de Paulo e Diogo Costa coordenaram algumas atividades físicas e caminhada aos participantes. A psicóloga do CREAS – Centro de Referência Especializada da Assistência Social, Luciana Mitidieri, promoveu uma roda de conversa com os idosos, baseada no Estatuto do Idoso, e na importância da conscientização sobre os tipos de violência que ocorrem contra eles.

Segundo a coordenação de Saúde da Pessoa Idosa, do Ministério da Saúde, o dia 15 de junho marca o Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, data instituída em 2006, pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pela Rede Internacional de Prevenção à Violência à Pessoa Idosa (INPES), com o objetivo de sensibilizar a sociedade para o combate das diversas formas de violência cometida contra a pessoa com idade igual ou superior a 60 anos.

Para a Organização Mundial de Saúde: a violência contra a pessoa idosa consiste em ações ou omissões cometidas uma vez ou muitas vezes, prejudicando a integridade física e emocional da pessoa idosa, impedindo o desempenho de seu papel social.

As formas de violência contra a pessoa idosa são diversas, dentre elas Física, Negligência/Abandono, Sexual, Econômico, Auto-agressão, Auto-negligência, Psicológica, e outras.

De acordo com o art. 19. do Estatuto do Idoso (Lei No 10.741/2003, alterada pela Lei nº 12.461, de 2011) prevê que os casos de suspeita ou confirmação de violência praticada contra idosos, serão objeto de notificação compulsória pelos serviços de saúde públicos e privados à autoridade sanitária, bem como serão obrigatoriamente comunicados por eles a quaisquer dos seguintes órgãos:  autoridade policial; Ministério Público; Conselho Municipal, Estadual ou Nacional do Idoso. Em Cambará, as denúncias são também direcionadas ao CREAS – Centro de Referência Especializada da Assistência Social.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Graça Maria

Notícias Relacionadas

Comentar: Evento em Cambará alerta para a violência contra a pessoa idosa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125