Sunday, 24 de January de 2021

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Gaeco faz busca e apreensão em departamento do Governo do Estado

Gaeco faz busca e apreensão em departamento do Governo do Estado
Photo Credit To google imagens
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Policiais do Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado (Gaeco) cumpriram um mandado de busca e apreensão, durante a manhã de terça-feira (5), no Departamento de Transporte Oficial (Deto) do Governo do Paraná, órgão vinculado à Secretaria Estadual da Administração e da Previdência. O mandado foi cumprido em Curitiba após ser autorizado pela Justiça de Londrina. De acordo com informações da assessoria de imprensa do Ministério Público (MP), os policiais recolheram documentos referentes ao processo de licitação emergencial, de R$ 1,5 milhão, que culminou na contratação da oficina mecânica Providence Auto Center, de Cambé, para a manutenção da frota de veículos oficiais do Governo na região de Londrina.

De acordo a Promotoria de Defesa do Patrimônio Público de Londrina, um grupo de empresários teria fraudado a contratação da Providente e de outras oficinas para desviar recursos públicos. As investigações vieram à tona há dois meses com a deflagração da Operação Voldemort. Sete pessoas acusadas de fraudar os contratos e as licitações foram denunciadas pelo Gaeco à 3.ª Vara Criminal de Londrina no dia 27 de março. Entre os denunciados estão o empresário e parente do governador Beto Richa (PSDB), Luiz Abi, e o ex-diretor do Deto, Ernani Delicato.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Post source : Guilherme Batista - Bonde

Related posts

Comentar: Gaeco faz busca e apreensão em departamento do Governo do Estado

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

WhatsApp 596