Saturday, 19 de September de 2020

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Menor é baleado após invadir delegacia de Cambará

Menor é baleado após invadir delegacia de Cambará
Photo Credit To Marcio Ferreira / portalregionalweb
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Foi por volta das 05; 00 h da madrugada, de quarta-feira (6) quando um adolescente de 17 anos foi alvejado por tiros de munição não letal ao pular o muro da delegacia de Cambara para passar drogas e celulares a detentos daquela unidade prisional.
 
O menor trazia uma mochila com 8 aparelhos celulares, 607 gramas de substancia conhecida por maconha vários carregadores, fumo peão, preservativos, e um alicate para cortar a tela de proteção da área de ventilação.
 
O adolescente utilizou-se de uma corda feita com lençol conhecida no meio policial como (tereza ) para ajudar na escalada dos muros, o investigador de policia, que estava de plantão, ao realizar a ronda noturna, percebeu a movimentação e deu ordem de prisão ao mesmo. O elemento percebendo a aproximação do policial tentou empreender fuga, mas com a ação rápida do policial, conseguiu abordar o mesmo com dois disparos de arma calibre 12 de munição não letal conseguindo assim frustrar a ação de fuga do elemento.
 
Constantemente a unidade policial vem sendo alvo de invasões, por este motivo os policiais de plantão entraram em comum acordo de redobrarem a vigilância, com rondas e câmeras de monitoramento, dificultando assim a tentativa de invasão a unidade policial.
 
O investigador de plantão solicitou o apoio da guarda municipal e Policia Militar para fazer rondar da região, pois segundo o investigador percebeu que havia mais de um elemento dentro da unidade.
 
Foram feitos rondas ao redor da delegacia, mas não foi obtido êxito em localizar mais elementos. Recentemente foram capturados dois menores que efetuavam este serviço de “mulas”, para detentos de dentro da unidade, e permanecem presos a disposição da justiça. Muitas vezes detentos usam estes tipos de menores para executarem esta tarefa, menores estes que tem dívidas com traficantes presos, muitos deles viciados.
 
A cadeia pública de Cambara esta superlotada, como todas as unidades prisional do país, neste sentido sobrecarrega todos os policiais e ate mesmo os delegados que tem que  atender duas ou ate mais comarcas da região.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Post source : Marcio Ferreira / portalregionalweb

Related posts

Comentar: Menor é baleado após invadir delegacia de Cambará

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

WhatsApp 596