sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Novo acidente na Praça de Pedágio de Jacarezinho

Novo acidente na Praça de Pedágio de Jacarezinho
Crédito da foto Para C.Roberto Francisquini
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Diz o velho ditado que tudo que acontece uma vez pode nunca mais voltar acontecer, mas se houver uma segunda, certamente poderá acontecer uma terceira, quarta…

Pois é. Aconteceu de novo e não é pela segunda vez. É o quarto acidente em menos de 30 dias na mesma praça de pedágio e pasmem senhores, de forma, curiosamente, semelhante.

A cancela da via rápido (sem parar) não abre forçando o primeiro veículo a reduzir a velocidade seguido do segundo que é empurrado pelo terceiro.

Desta vez um carro ficou prensado entre Ônibus de estudantes de Cambará e um caminhão de transporte de combustível a carreta. O acidente aconteceu no início da noite desta quarta-feira (28) na Praça de pedágio na divisa dos Estados do Paraná e São Paulo.

Diferente do que se comentou inicialmente, em que uma pessoa teria perdido a vida no acidente, por sorte, pelo menos desta vez, não houve feridos.

O ônibus transportava estudantes de Cambará que se dirigia as faculdades da cidade paulista de Ourinhos.

De acordo com Ademir Pinheiro, pai de uma estudante que estava no coletivo, a filha comunicou a família informando o ocorrido e que estava bem, porém disse que houve princípio de pânico. “Ela me ligou, tranquilizou a todos e disse que sentiu o impacto e informando que nenhum estudante se feriu com a colisão” frisou Ademir.

O cambaraense disse estar preocupado com as constantes ocorrências de acidentes na praça de pedágio e pede providencia. Ele também afirmou que as autoridades devem tomar ciência dos casos cobrar da concessionária as responsabilidades. Ademir disse ainda, via internet, ser contrário a permanência da praça de pedágio no local.

Preocupado com a repercussão rápida do caso, ele disse que resolveu publicar algumas fotos do acidente para tranquilizar outros pais de alunos que estavam no ônibus. “Só postei, pois como fiquei preocupado, também pensei nos outros pais alunos e tranquiliza-los” afirmou.

Em menos de trinta dias, este é o quarto acidente no local. Dois deles tiveram repercussão nacional. O primeiro envolveu o Engenheiro Agrônomo Guilherme Egreja Papa, de 25 anos, que ficou preso às ferragens após o carro em que ele estava ser prensado entre dois caminhões na praça de pedágio.

O segundo acidente aconteceu uma semana após Guilherme Papa ficar preso às ferragens. Ambos ganharam os noticiários nacional.

Recentemente um caminhão de Cambará também se envolveu em acidente da praça de pedágio e situação semelhante.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: C.Roberto Francisquini

Notícias Relacionadas

Comentar: Novo acidente na Praça de Pedágio de Jacarezinho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125