Thursday, 26 de November de 2020

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Número de homicídios quase dobra na região no primeiro trimestre

Número de homicídios quase dobra na região no primeiro trimestre
Photo Credit To Luiz Guilherme Bannwart
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Levantamento da Polícia Civil mostra que entre janeiro e março de 2015 números de assassinatos saltou de 13 para 25

Dados da Polícia Civil e da Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária do Paraná (Sesp) mostram que no primeiro trimestre houve aumento nos crimes de homicídio, no Norte Pioneiro. Comparado ao ano passado, o número passou de 13 para 25 casos. Entretanto no primeiro semestre deste ano foram registrados apenas três assassinatos em Santo Antônio da Platina. Em todo o Estado, a estatística aponta redução de 7,49% nos homicídios dolosos.

De acordo com o levantamento, Cornélio Procópio foi o município com maior número de homicídios dolosos registrados no período, e o grande responsável pelo aumento assustador no percentual, que fez a região quase que dobrar o número de crimes registrados pela Polícia Civil em relação ao do ano passado. De janeiro a março deste ano foram registrados seis assassinatos na cidade, 500% a mais do que em 2014, quando foi registrado apenas um homicídio no município. Em seguida, aparece Bandeirantes com seis homicídios no período, Santo Antônio da Platina com três casos e Ibaiti com dois assassinatos.

Em 2011 foram registrados 11 homicídios em Santo Antônio da Platina, dado que revela uma diminuição drástica, a longo prazo, nos crimes dolosos registrados na cidade. Conforme o delegado da 38ª Delegacia Regional de Polícia, Tristão Antônio Borborema de Carvalho, dos três casos registrados no primeiro semestre no município, dois ocorreram em decorrência de brigas em bares e o outro (ainda sob investigação) pode ter sido motivado pelo envolvimento da vítima com o tráfico de drogas.

Para o delegado, o crime de homicídio é imprevisível e de difícil prevenção, porém, Tristão de Carvalho destaca que os trabalhos estão sendo realizados pela Polícia Civil para coibir os delitos. “Temos feito um trabalho intensivo, a cada 15 dias, de busca e apreensão de armas de fogo ilegais, e acho que se não fosse isso os números seriam bem maiores agora”, avalia.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Post source : Luiz Guilherme Bannwart

Related posts

Comentar: Número de homicídios quase dobra na região no primeiro trimestre

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

WhatsApp 596