quinta-feira, 13 de Maio de 2021

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Operador de colheitadeira foge sem prestar socorro após causar acidente

Operador de colheitadeira foge sem prestar socorro após causar acidente
Crédito da foto Para GM Astra ficou destruído após atingir a colheitadeira que trafegava sem sinalização pela PR-436 (Luiz Guilherme Bannwart)
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

A Polícia Civil de Abatiá pode instaurar inquérito nas próximas horas para investigar um acidente de trânsito envolvendo um GM Astra, com placas de Santo Antônio da Platina, e uma colheitadeira que trafegava sem qualquer tipo de sinalização pela PR-436, na noite de sábado, 12, no trecho entre Bandeirantes e Abatiá. O operador do maquinário agrícola fugiu do local após o acidente sem prestar socorro ao motorista do carro, e pode ser indiciado conforme prevê o Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

De acordo com parentes, por volta das 19 horas o motorista Alberto Nespoli, 66, seguia no sentido Abatiá, quando se deparou com a colheitadeira à sua frente sendo inevitável a colisão no quilômetro 76 da rodovia. A vítima foi socorrida por terceiros, enquanto o operador deixou o local com o maquinário para não ser identificado.

Na manhã desta segunda-feira, 14, o motorista passou por exames e avaliação médica para descartar a existência de lesões, principalmente na cabeça, onde se queixava de dores. O acidente deixou o carro da vítima destruído.

O comandante do Posto da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) em Santo Antônio da Platina, subtenente Lucélio Braz da Silva, informou que proprietários de tratores e outros maquinários agrícolas são orientados a transportarem os veículos em pranchas ou caminhões no caso de percursos longos, ou utilizarem escoltas em pequenos trajetos. No caso em questão, além de não atender nenhuma das recomendações da PRE, o operador da colheitadeira ainda se evadiu do local do acidente sem prestar socorro ao motorista do carro.

O delegado Isaías Fernandes, titular da Delegacia de Ribeirão do Pinhal, que também responde pela unidade em Abatiá, disse que aguarda pela conclusão do boletim de ocorrência por parte da Polícia Rodoviária Estadual para instaurar o inquérito que irá investigar as circunstâncias do acidente.

Informações que possam auxiliar os trabalhos da Polícia Civil no caso podem ser repassadas, mesmo que anonimamente, através do telefone  

(43)3551-1202, na Delegacia de Ribeirão do Pinhal, ou (43)3556-1202, na unidade policial em Abatiá.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Luiz Guilherme Bannwart

Notícias Relacionadas

Comentar: Operador de colheitadeira foge sem prestar socorro após causar acidente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp 596