Thursday, 24 de September de 2020

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Ourinhos, Cambará e Jacarezinho devem ser isentas do pedágio em 45 dias

Ourinhos, Cambará e Jacarezinho devem ser isentas do pedágio em 45 dias
Photo Credit To Imagem google imagens
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Desde que assumiu o seu primeiro mandato como deputado federal, Capitão Augusto vem cumprindo um de seus principais compromissos de campanha que é a luta pela retirada do pedágio ilegal instalado entre Ourinhos e o norte paranaense.

Em audiência com o ministro dos Transportes, Antonio Carlos Rodrigues, no dia 1º de outubro, com participação de representantes da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e da concessionária Econorte, o deputado federal Capitão Augusto apresentou oficialmente proposta de isenção da tarifa do pedágio instalado em Marques dos Reis para veículos com placas das cidades de Ourinhos, Jacarezinho e Cambará. 

De acordo com o parlamentar, essas cidades são as principais afetadas com a presença da praça de cobrança, tendo em vista que o raio de distância entre elas não ultrapassa 30 quilômetros e por estarem comercialmente interligadas.

Capitão Augusto ressaltou que essa medida é paliativa, levando em conta que todos os municípios da região sofrem as consequências do pedágio que há mais de 10 anos vem atuando de forma irregular. “É um alívio momentâneo, continuamos com forte pressão para que o caso seja julgado o quanto antes no Supremo Tribunal Federal. Não descansaremos até ver a nossa região definitivamente livre deste pedágio que onera de forma irregular os motoristas há tanto tempo”, declarou o deputado.

A resposta ao pedido do Capitão Augusto será dada em um prazo de 45 dias, improrrogável.

Luta – No mês de agosto, o deputado Capitão Augusto chegou a fazer uso da tribuna da Câmara dos Deputados para denunciar o descaso das autoridades para o grave problema do pedágio. Na ocasião, o parlamentar exibiu uma placa com o texto: “Pedágio Ilegal: Instalado sem licitação pela Econorte na BR-153”. 

A intenção foi chamar a atenção nos bastidores do Congresso para que o Supremo Tribunal Federal coloque como prioridade na pauta de votação a derrubada da liminar que vem assegurando o direito de cobrança da taxa na referida praça. “Em Brasília, estou trilhando todos os caminhos possíveis e acionando diversos órgãos para que a Justiça seja feita de uma vez por todas. Não podemos mais pagar uma taxa abusiva por algo que está em funcionamento irregular. Além da retirada do pedágio, lutaremos para que a população também seja ressarcida dos gastos indevidos”, ressaltou o parlamentar.

Caso a concessionária recuse a conceder a isenção, o deputado pretende iniciar um movimento de paralisação com o apoio de diversas categorias e promover manifestações semanais na divisa.

 
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Post source : Da assessoria de comunicação

Related posts

Comentar: Ourinhos, Cambará e Jacarezinho devem ser isentas do pedágio em 45 dias

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

WhatsApp 596