domingo, 20 de junho de 2021

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Paraná: Ex invade casa e mata mulher no dia em que ela pediria medida protetiva

Paraná:  Ex invade casa e mata mulher no dia em que ela pediria medida protetiva
Crédito da foto Para Mulher foi morta a facadas pelo ex (Foto: Djalma Malaquias )
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Uma mulher, de 50 anos, foi assassinada pelo ex-namorado na manhã desta quarta-feira (29), no bairro Fazenda Velha, em Araucária, região metropolitana de Curitiba. O crime aconteceu no dia em que Miriam Sidineia Olech pediria uma medida protetiva, já que aumentaram as ameaças que sofria pelo ex. Ontem, ela inclusive teria sido sequestrada pelo assassino. (Leia mais abaixo)

O crime

Uma amiga de Miriam estava dentro da residência quando tudo aconteceu. “Eu estava com ela, porque hoje íamos fazer uma medida protetiva. Ela foi no quarto se pintar e quando eu vi ele estava lá dentro. Ele arrastou ela do quarto para a cozinha. Pulou o muro para entrar e foi direto na Miriam”, descreveu à imprensa.

Segundo a amiga, após perceber que o assassino foi embora, ela entrou na residência. “Quando entrei, a Miriam não respondeu mais. Minha melhor amiga e eu não pude ajudar ela”, disse, muito emocionada. “Os dois se conheciam há dois anos e ele morava em Contenda. Se separaram e agora a Miriam estava com outro. Ele não aceitava a separação e dizia: ‘Ou eu ou ninguém’”, descreveu a amiga.

No dia anterior

Miriam deixa quatro filhas. No dia anterior, o suspeito havia sequestrado Miriam. “Ele pegou ela na casa e a obrigou a ir a um motel, onde tirou fotos e disse que enviaria para o atual namorado dela”, explicou outra amiga da vítima.

A Delegacia de Araucária investiga o caso.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Luiz Henrique de Oliveira e Djalma Malaquias

Notícias Relacionadas

Comentar: Paraná: Ex invade casa e mata mulher no dia em que ela pediria medida protetiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp 596