Thursday, 26 de November de 2020

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Pedro Claro sanciona lei que reduz salários

Pedro Claro sanciona lei que reduz salários
Photo Credit To Divulgação
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

O prefeito de Santo Antônio da Platina, Pedro Claro de Oliveira Neto (DEM), sancionou na tarde de terça-feira, a lei que reduz os salários dos vereadores, vice e prefeito da cidade. . “Hoje sancionei a Lei de redução dos salários, conforme a alteração proposta pela Câmara de Vereadores.Parabéns à democracia”, disse ele no ato da assinatura.

A lei de redução dos salários foi uma vitória da população platinense ao se revoltar contra o projeto de lei dos vereadores que previa dobrar os subsídios dos parlamentares da próxima gestão. Dos atuais R$ 3.500, os salários dos vereadores iriam para R$ 7.500. O do prefeito sairia de R$ 14 para R$ 22 mil. Com a nova lei, os salários dos vereadores caíram para R$ 970, e do prefeito para R$ 12 mil.

O projeto chegou a ser aprovado em primeira votação, ocorrida na segunda-feira da semana passada, mas a segunda votação não passou desapercebidos moradores, que lotaram a Câmara Municipal em protesto. Pressionados, os parlamentares apresentaram uma Emenda ao projeto de lei que não só retirou o aumento, mas que reduziu os subsídios da gestão 2017/2020. Na mesma sessão, o projeto de lei também dos parlamentares, que pretendia aumentar o número de cadeiras da próxima gestão, das atuais nove para treze, foi retirado.

A notícia da movimentação da população saiu em todos os meios de comunicação do Estado e também do Brasil. A conquista dos platinenses também tem influenciado outras Câmaras de Vereadores da região, que resolveram não apresentar projetos de reajuste salarial dos vereadores. Em Jacarezinho, a população agora se movimenta para fazer com que o projeto já aprovado, seja derrubado.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Post source : Gladys Santoro/Tribuna do Vale

Related posts

Comentar: Pedro Claro sanciona lei que reduz salários

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

WhatsApp 596