sábado, 15 de dezembro de 2018

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

PM localiza esconderijo e prende suspeitos que explodiram Sicredi de Japira

PM localiza esconderijo e prende suspeitos que explodiram Sicredi de Japira
Crédito da foto Para Criminoso destruíram a agência do Sicredi em Japira no último sábado (1º)
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

A Polícia Militar prendeu três suspeitos de integrar a quadrilha responsável pelo roubo à agência do Sicredi da cidade Japira no último sábado (1º). De acordo com a corporação, equipes de Rádio Patrulha de Ibaiti e Japira se deslocaram até uma residência desabitada, onde estariam escondidos os autores do crime. Após isolamento do local, foi constatado que a porta dos fundos se encontrava aberta, mas que no interior do imóvel não havia ninguém. Contudo, foi localizado no chão da residência um envelope de depósito da Cooperativa de Crédito Sicredi, e duas caixas de aparelhos celulares no forro com a quantia de R$ 13 mil em dinheiro entre notas de cem, vinte e dez reais.

Em outro cômodo que se encontrava trancado foram localizados dois coletes balísticos com capa, três artefatos explosivos em tubo de metal, 274 artefatos para furar pneus (conhecidos como miguelitos), um carregador de pistola, .40 marca Taurus, um projétil intacto calibre .40 e uma alavanca de metal. Também foram localizados na residência um par de calçados, uma jaqueta preta e duas camisetas, sendo uma de cor cinza claro e outra na cor cinza escuro, identificadas através de imagens do sistema de segurança como as utilizadas pelos criminosos no dia do furto.

Os policiais fizeram contatado a Central da 3ª Companhia e solicitaram a presença do grupo antibombas do Bope e apoio de demais equipes, que realizaram buscas pela região enquanto os policiais que realizavam as buscas permaneciam no quintal da casa, tendo em vista haver sinais de que os autores do furto poderiam retornar ao local e em razão da existência de material explosivo.

Também foi acionada a equipe ALI (Agência Local de Inteligência (P2)) do 2º BPM, que realizou contato com um supermercado, onde através de nota fiscal localizada na casa, foi possível coletar imagens que constavam dois homens, os quais não foram reconhecidos, mas coincidiam com as informações.

Em continuidade às diligências, a equipe ALI foi até a pessoa identificada como proprietário da residência suspeita, morador na cidade de Japira, onde na presença de seu filho ele confirmou ter alugado o imóvel a dois homens que não soube informar os nomes ou número de telefone, informando que somente havia feito negociação devido ao intermédio de um conhecido, também morador na cidade de Japira.

Durantes as buscas pelos suspeitos, a equipe da Agência de Inteligência da 3ª Companhia levantou informações de que o filho do proprietário da residência, nos dias em que a casa foi alugada, entre 30 de novembro e 03 de dezembro, esteve no local por mais de três vezes, e, segundo relatos, teria mantido longas conversas com os autores do furto. No entanto, no momento em que foi novamente localizado o rapaz negou as acusações, dizendo, posteriormente, que esteve apenas uma vez na residência para buscar uma TV de seu pai.

A pessoa que indicou a locação relatou que realmente havia intermediado o contato entre o dono da casa e o locatário. Ao analisar as imagens do supermercado, o homem confirmou que se tratava da mesma pessoa que alugou o imóvel.

Diante das circunstancias foram realizadas buscas nas residências, com autorização dos suspeitos, mas nada de ilícito foi localizado. Também foram realizadas vistorias nos celulares, porém, também nada suspeito foi encontrado.

Em razão das divergências dos fatos, os abordados e os objetos encontrados pela PM foram encaminhados a 37ª Delegacia Regional de Polícia de Ibaiti. Em relação aos artefatos explosivos, o material foi inutilizado pela equipe antibombas do Bope.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Banda B com Assessoria

Notícias Relacionadas

Comentar: PM localiza esconderijo e prende suspeitos que explodiram Sicredi de Japira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp 596