quarta-feira, 3 de junho de 2020

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Polícia Civil apreendem aviões e peças de aeronaves avaliadas em R$ 3 milhões

Polícia Civil apreendem aviões e peças de aeronaves avaliadas em R$ 3 milhões
Crédito da foto Para Divulgação tanosite
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) e a Polícia Civil do Mato Grosso do Sul (PCMS) apreenderam três aviões agrícolas e dezenas de peças de aeronaves irregulares durante operação deflagrada na terça-feira (10) no aeroporto municipal de Andirá, no Norte Pioneiro paranaense. Os objetos apreendidos foram avaliados em R$ 3 milhões.

A ação é uma nova etapa da “Operação Ícaro” e teve o apoio da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). O objetivo foi apurar a adulteração de sinais identificadores de aeronaves e combater a prática de manutenção clandestina, que configura crime de atentado à segurança aérea, prevista no artigo 261 do Código Penal. As peças apreendidas tinham indicativos de que não teriam passado pelo controle da Anac.

Essa etapa da ação foi realizada após um acordo de cooperação técnica entre a PCPR e a PCMS, após suspeita da Anac.

Os responsáveis pelas aeronaves e peças apreendidas na ação poderão responder pelos crimes de adulteração de sinais identificadores de veículo automotor, atentado à segurança aérea, falsidade ideológica e associação criminosa.

Operação Ícaro

A Operação Ícaro é coordenada pela Delegacia de Combate ao Crime Organizado da PCMS e tem o objetivo de combater a prática de fraudes, falsificação e manutenção clandestina na aviação civil. A primeira etapa foi deflagrada em 2015.

 

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Tanosite e Assessoria

Notícias Relacionadas

Comentar: Polícia Civil apreendem aviões e peças de aeronaves avaliadas em R$ 3 milhões

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp 596