Sunday, 17 de January de 2021

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Polícia Civil prende acusado de assalto em Jacarezinho

Polícia Civil prende acusado de assalto em Jacarezinho
Photo Credit To Assessoria Polícia Civil
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Em 21 de maio de 2015, por volta das 14:00 horas, José Carlos de Almeida conduzia sua motocicleta no bairro “Laranjal” em Jacarezinho, quando foi abordado por dois rapazes montados em outra moto, sendo um deles  de pele escura e outro clara, os quais mediante emprego de arma de fogo deram voz de assalto. Um dos assaltantes ao montar na moto da vítima, tentava fazê-la funcionar, como não conseguiu, irritado efetuou três disparos em direção a José Carlos, atingindo-o gravemente, gerando perigo de morte.
 
A Polícia Militar ao tomar conhecimento da situação efetuou diligências acabando por localizar e prender um dos acusados, Renê dos Santos, que além de admitir a prática da infração penal, informou onde havia escondido a arma de fogo. Encaminhado o autor do fato penalmente relevante à Delegacia de Polícia, foi lavrado auto de prisão em flagrante por crime de tentativa de latrocínio.
 
Na continuidade das investigações,a Polícia Civil, logrou êxito em identificar o outro acusado, Cleyton Capelari de Almeida. Ao ser interrogado, ele negou ter praticado a infração penal. A autoridade policial, porém, diante de sua convicção jurídica e com fulcro nos autos de inquérito representou pela decretação da prisão preventiva dos envolvidos, o que foi aceito pelo Poder Judiciário, sendo que o Grupo de Diligências Especiais(GDE) da Polícia Civil prendeu Cleyton.
 
Carolinne dos Santos Fernandes, Delegada Adjunta da 12ª Subdivisão Policial em Jacarezinho, informou que a polícia judiciária trabalha com provas e não com achismos, sendo sua função buscar meios de convicção para subsidiar o Ministério Público e o Poder Judiciário. Encontrados esses meios, eles são inseridos no bojo dos autos de inquérito policial e podem constituir supedâneo para a adoção de medidas cautelares penais. Mais um criminoso retirado de circulação.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Post source : Assessoria Polícia Civil

Related posts

Comentar: Polícia Civil prende acusado de assalto em Jacarezinho

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

WhatsApp 596