Sunday, 18 de April de 2021

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Presos usam escada para fugir de cadeia no Norte do Paraná

Presos usam escada para fugir de cadeia no Norte do Paraná
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Seis presos fugiram da Casa de Custódia de Maringá (CCM) no começo da madrugada de terça-feira (4). São eles: Vlaumir Carlos Scarpini, 47 anos; Arnaldo Domingos Junior, 37; Genésio Eugênio de Souza, 36; José Antonio de Sá, 31; Sandro Cesar Golo, 25; e Fábio José de Moraes, 30. Até as 9h de hoje, ninguém havia sido recapturado.

De acordo com o diretor da CCM, João Victor Fujimoto, os detentos usaram pedaços de ferro e brocas para abrir um buraco na parede. Eles acessaram o gramado da unidade e contaram com uma escada, jogada por terceiros pela parte externa, para subir e ganhar as ruas. “Vamos averiguar as imagens do circuito de segurança mas, em princípio, eles teriam feito um trajeto pelos pontos cegos das câmeras”, explicou. A fuga ocorreu ao lado de uma guarita de observação. O servidor responsável pelo monitoramento não teria percebido a movimentação. “Vamos instaurar sindicância para apurar todos os fatos, inclusive, se houve algum tipo de facilitação ou se realmente foi uma falha estrutural”, completou. A cela está isolada, à espera da perícia da Polícia Científica. O reparo será providenciado nos próximos dias.

Reprodução/WhatsApp
Reprodução/WhatsApp

A maioria dos foragidos respondia por crimes praticados contra o patrimônio. Com capacidade para 840, o presídio abriga, atualmente, 700 presos. Ainda segundo Fujimoto, o presídio deve atingir lotação máxima nesta semana devido à transferência de detentos da 9ª Subdivisão Policial (SDP). A remoção foi anunciada pelo Departamento de Execução Penal do Paraná (Depen) na última semana.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Post source : Samara Rosenberger - Bonde

Related posts

Comentar: Presos usam escada para fugir de cadeia no Norte do Paraná

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

WhatsApp 596