segunda-feira, 20 de Janeiro de 2020

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Trabalhadores encontram corpo no Rio Itararé

Trabalhadores encontram corpo no Rio Itararé
Crédito da foto Para imagem ilustrativa google imagens
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

O corpo de um homem foi encontrado boiando no Rio Itararé, em Salto do Itararé, na segunda-feira (10) por volta das 16 horas. O cadáver foi avistado pelos trabalhadores do porto de areia, que acionaram a polícia e o Corpo de Bombeiros de Santo Antonio da Platina para prestar atendimento.

De acordo com a investigadora Michele Cristina da Silva, da Polícia Civil em Siqueira Campos, o corpo deveria estar há três dias na água e pela situação em que se encontrava não foi possível apurar a idade aproximada. O homem vestia um colete camuflado, mas danificado pelo tempo em que ficou na água.

Ainda segundo a investigadora, como não foi possível fazer a identificação do corpo, que já se encontrava em decomposição, o cadáver foi sepultado como indigente. Michele disse que a causa da morte só poderá ser apurada após a realização da necropsia.

Ano começou com afogamento

Esta é a segunda morte nas águas na região de Siqueira Campos esse ano. Na última quarta-feira (4), o garoto João Vitor Pereira, de 14 anos, morreu afogado em uma pequena represa de um sítio próximo ao bairro Nascente do Sol. Há poucos meses, ele e a família haviam se mudado de Jaguariaíva para Siqueira Campos em busca de trabalho.

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Fonte do post: Antonio Marques - Tribuna do Vale

Notícias Relacionadas

Comentar: Trabalhadores encontram corpo no Rio Itararé

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp 596