Saturday, 19 de September de 2020

Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90
Cliente 728 x 90

Trabalho “liberta” detentos do regime semiaberto no Paraná

Trabalho “liberta” detentos do regime semiaberto no Paraná
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Por 16 anos, a vida de Mauri de Vitte se restringiu aos limites de uma cela da Penitenciária Central do Estado. Quando ganhou direito de passar ao semiaberto, tinha apenas uma certeza: queria mudar de vida, deixar o crime para trás. O trabalho por detrás dos muros do complexo penal foi o que engatilhou essa mudança. O preso foi recrutado para trabalhar na Eco Produção, indústria que mantém um canteiro na Colônia Penal Agroindustrial do Paraná (CPAI). Três anos depois, já no regime aberto, Vitte foi contratado pela empresa. Hoje, continua trabalhando no presídio, orientando outros detentos. Continue lendo!

Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125
Post Topo 747 x 125

Post source : gazeta do povo

Related posts

Comentar: Trabalho “liberta” detentos do regime semiaberto no Paraná

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

WhatsApp 596