Publicidade

Morte de influenciadora Belly Palma gera enorme comoção no mundo dos famosos

A morte da influenciadora Belly Palma, aos 29 anos, comoveu famosos que conheciam e admiravam a modelo e ativista da moda inclusiva para pessoas com deficiência.

Belly engasgou na sexta-feira e em seguida sofreu uma parada cardiorrespiratória. Após receber os primeiros socorros, foi levada a um hospital e ficou internada até segunda (29), quando morreu. O sepultamento será nesta quarta (31), no Cemitério do Morumby, às 11h30.

“Não, não, não estivemos juntas na sexta”, lamentou a cantora Preta Gil. “Belly, minha linda. Agora alegrando o céu com seu sorriso único”, disse a apresentadora Isabella Fiorentino. “Não acredito. Meus sentimentos, muita luz, vai na paz”, desejou o cantor Di Ferrero.

Belly nasceu com uma má formação na medula espinhal, popularmente conhecida como mielomeningocele. Passou por 35 cirurgias ao longo da vida, uma delas logo após o nascimento. Por causa da condição, era cadeirante.

Formada em administração de empresas, atuava como consultora de negócios inclusivos com foco em moda inclusiva, palestrante, influenciadora, modelo e criadora de conteúdos digitais.

Durante dois anos, de 2019 a 2021, esteve à frente do curso de moda inclusiva da Secretaria Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência.

“Ela iluminou com seus conhecimentos e projetos. Por isso deixamos uma justa homenagem por toda a sua trajetória e legado, que sempre permanecerá entre nós”, disse, em nota, a secretaria onde Belly trabalhou. “Era reconhecida por seu trabalho em prol das pessoas com deficiência, além de ser um exemplo de mulher forte e empreendedora”.

Segundo Paulo Borges, criador da São Paulo Fashion Week, Belly era uma referência para todos.
Na última postagem no Instagram, ela apareceu estilosa em uma festa, vestida de “nômade perolada”.

Fonte: Folhapress
Equipe Portal ta na Cidade

Equipe Portal ta na Cidade

Portal Ta na Cidade é uma plataforma abrangente de notícias locais, eventos e entretenimento em várias cidades brasileiras. Mantenha-se informado sobre o que acontece em sua região.

Próximo Post

Discussão sobre esse post